3

Estudo ocultista sobre o Genesis
Comentários com chaves ocultas, cabalísticas e gnósticas

Introdução

capa light biblia e misticismoNo presente artigo há um estudo e comentário dos versículos do livro inicial da Bíblia, de acordo com concepções cabalísticas, gnósticas, teosóficas e místicas. Assim fiz uso de autores que traduziram novamente o hebraico, para conquistar o real significado da língua hebraica, base da Torá (Bereshit), livro original. Ademais, livros como o Zohar e Sepher Yetzirah foram também fundamentais, como outros da mística judaica, O Tanya, Bahir etc e mesmo da mística cristã, como aqueles provenientes do Martinismo e da já citada gnose. Assim esse trabalho, como o que já vinha ocorrendo, se desenvolve numa ótica diferente das religiões, da teologia e mais ainda da ciência oficial, se aproximando mais da ciência oculta. Aqui é um caminho onde o leitor ou leitora encontrará alguma tradução dos textos que antes achava meras histórias sem sentido. Assim personagens nunca existiram como homens, mas sim forças cósmicas e características psíquicas ou espirituais. O desenrolar da evolução é assim traçado, e isso sob ponto de vista espiritual. Um mundo mental ou potencial é antes Criado, e as coisas surgem da relação entre o Infinito (En Sof) e o finito, ou as esferas da árvore da vida cabalística, cujas sete esferas abaixo do Grande Rosto representam os sete dias da Criação. Há ademais a relação do macrocosmo e do microcosmo, do universo e do centro da obra divina, o homem. Descubra aqui a sabedoria de quem escreveu a Bíblia. Boa leitura.

...continuar lendo "Estudo Ocultista sobre o Gênesis"

ban_mystica_aeterna

Coluna com traduções dos textos do blog do Sam Robinson. Esta é uma tradução do artigo “Is Gnosticism Rosicrucian?” realizada por Jeff Alves.

Um monte de pessoas que viajam ao longo do caminho dos mistérios ocidentais aprofundam-se no Gnosticismo, especialmente os estudantes do Martinismo e da Ordem Rosacruz, afinal ambos contêm os mistérios do Cristo e enfatizam a importância sobre Sophia como nosso Redentor feminino. Hoje você verá uma entrevista da gnóstica praticante Leslie Kaneel, cujos artigos e idéias eu realmente adoro, e assim eu vou apresentar brevemente alguns pensamentos a respeito de se o gnosticismo se encaixa ou não com os ensinamentos rosacruzes.

É isso mesmo, eu questionei isso ...

...continuar lendo "É o Rosacrucianismo Gnóstico?"

estudo-documentos-relatc3b3rios-e-legislac3a7c3a3o1. Escolher sempre um centro para onde a oração (qualquer que seja o culto) seja praticada.

2. Lembrar-se que os verdadeiros mestres não escrevem livros, e colocam a simplicidade e a humildade acima de qualquer ciência. Desconfiar dos pontífices e homens que se dizem perfeitos.

3. Não alienar jamais a liberdade por um juramento que prenda o indivíduo a um clero, mesmo que seja numa sociedade secreta. Somente Deus tem o direito de receber um juramento de obediência passiva.

4. Lembrar-se que todo poder invisível vem do Cristo, Deus vindo em carne em todos os planos, e não entrar nunca no invisível, em relação com um ser astral ou espiritual, sem confessar ao Cristo esse desejo. Não procurar “poderes” especiais; esperar que o céu nos dê, caso sejamos dignos.

5. Não julgar nunca as ações dos outros, nem condenar o próximo.

6. Ter a certeza de que o homem não é jamais abandonado pelo céu, mesmo nos momentos de negação e dúvida, e que estamos no plano físico para benefício dos outros e não nosso.

7. Lembrar-se que a purificação física pelo regime é uma infatilidade, se não for apoiada pela purificação astral, pela caridade, pelo silêncio, e pela purificação espiritual, procurando não pensar ou falar mal das pessoas ausentes. Lembrar-se sempre que a oração, que dá a paz no coração, é preferível a qualquer tipo de magia, que só cria o orgulho.

Que o estudante medite esses conselhos e que não faça nenhum ato importante sem rogar o apoio do céu. Verá mais tarde que estávamos certos ao preveni-lo desde o início.

PAPUS. Tratado de Ciências Ocultas – Volume 2

20

ban_mystica_aeterna

Coluna com traduções dos textos do blog do Sam Robinson. Esta é uma tradução do artigo "Scoring System Reviews Rosicrucian Orders" realizada por Lucas Moraes.

Este post fornece o que eu chamo de 'Pilares da Tradição Rosacruz', que representam as marcas de nossa tradição mística, oferecendo-nos qualidades referenciais que podemos usar para DEFINIR a corrente Rosacruz.

Uma coisa importante mencionar aqui é que esses pilares não são como marcas na pedra, mas constituem conceitos que estão em curso em evolução, em constante desenvolvimento, e serão expandidos aqui à medida que mais informações forem se desenrolando neste blog.

Mas em primeiro lugar, por que tentar definir a tradição Rosacruz?

Eu acredito que diversas ordens que clamam hoje serem "Rosacruzes" estão muito longe de incorporarem a verdadeira beleza que é esta tradição. Além disso, algumas ordens parecem ter se desviado com relação a determinados elementos. Esta série de posts poderá ajudar os buscadores rosacruzes a se realinharem à nossa rica herança.

Dracula-Older-Better

...continuar lendo "Sistema de Pontuação para as Avaliações das Ordens Rosacruzes"

10

ban_mystica_aeterna

Coluna com traduções dos textos do blog do Sam Robinson.

Olá a todos,

3_KING_2-150x150Já se perguntou como a magia moderna é diferente da tradição Mystica Aeterna? Bem, depois de falar com uma velha amiga que deixou a Golden Dawn, ela me indagou sobre como a vida e a espiritualidade pode ser alcançada sem a rotina diária de rituais, então eu escrevi esse post para compartilhar algumas ideias Rosacruzes.

Você vê a maioria das pessoas que participam de grupos como a Golden Dawn fazer um monte de rituais diários de rotina, os quais incluem rituais diários de pentagrama, seguido por um ritual de hexagrama e então algum tipo de ritual que trabalhe a energia da aura, seguido por um outro ritual do pentagrama, pois eles acreditam que você tem que "banir as energias negativas para fechar". Tudo isto pode levar cerca de trinta minutos a uma hora de rituais práticos todos os dias. Várias pessoas estão fazendo isto e um monte de gente acha que isto é Rosacruz. Não é.

...continuar lendo "Misticismo Rosacruz está ao seu redor"

Introdução

Sempre com alegria que falo nas ordens externas da Rosacruz, esta eterna e invisível, com origem pública nos primeiros manifestos, mas que antes já existira, desde Egito Antigo, com faraós como Amenóphis IV, bem como com homens da expressão de Giordano Bruno, Paracelso, Eliphas Levi, Stanislas de Guaita, Papus, Francis Bacon, Descartes e outros.

Ordens Externas

AMORC

Conferencia

Vemos com maior divulgação a AMORC, Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz, que representa a expressão da Ordem no século 19, com Spencer Lewis e Ralph Lewis, bem como mais recentemente com outros mestres e Imperatores. Nessa os estudos partem para qualidades do campo psíquico, desenvolvimento de potencialidades, de uma tradição reconhecida de fonte tradicional europeia, via documentos. Também ela tem técnicas de terapia metafísica, projeção psíquica e uma série de práticas, disponíveis aos seus iniciados, até mesmo de proteção. Também tem uma ontologia e estudo metafísico, a fim de se conhecer os planos ou dimensões. Dizem que Lewis teria sido iniciado na OTO, e que alguns dos ensinos da AMORC teriam sintonia com isso. Mas todas as Ordens Tradicionais, místicas ou ocultistas, têm conhecimentos muitas vezes semelhantes, não parecendo ser essa a questão. E na AMORC não se acredita em magia, teurgia e formas semelhantes. Não força vegetarianismo.

...continuar lendo "Rosacrucianismo e suas diversas manifestações"

2

spedro2Há uma doutrina antiga, a das “duas igrejas” ou das “duas épocas“, que ensina o fim da Igreja de Pedro, a do papado, pela Igreja de João, a do discípulo amado que, inclinado sobre o seu peito, ouviu as batidas de seu coração. Assim, a igreja de Pedro, o exoterismo, daria lugar à igreja de João, o esoterismo.

Esoterismo, com “s”, designa um um conhecimento especial que é reservado, restrito a um grupo de pessoas que se mostraram merecedoras de recebê-lo; que passaram por um processo iniciático. Trata-se de uma abordagem mais profunda que não se restringe à esfera puramente intelectual, exigindo uma preparação interior para ser apreendida em todo o seu alcance. Já o termo exoterismo, com “x”, quer dizer uma massa de informações de ampla difusão, não tão profunda e acessível a toda e qualquer pessoa (Domínio da Vida, AMORC).

Podemos entender que a igreja de Pedro é constituída pelas igrejas que somos habituados a ver e conhecer, já a igreja de João é mais restrita, alguns diriam discreta ou secreta. Mas qual a base para esta restrição?

...continuar lendo "A Igreja de Pedro e a Igreja de João"