2

Tradução livre da matéria "Pristine Church of the Rose Cross" da Rosicrucian Digest n°2, ano de 2011, disponível ao público, em inglês, neste link.

1467130191Enquanto a Ordem Rosacruz, AMORC, fundada em 1915, é e sempre foi uma organização filosófica não-sectária, iniciática e educativa, o fundador e primeiro Imperator da AMORC, Harvey Spencer Lewis, também foi, ao mesmo tempo, bispo da Igreja Prístina da Rosa Cruz, a qual ele fundou. Esta igreja, cujos Princípios eram principalmente gnósticos, no sentido amplo deste termo, foi criada por H. Spencer Lewis, em São Francisco, no início dos anos 1920.

Inspirada no seu ministro da infância, S. Parkes Cadman, um pioneiro em rádio-igreja em Nova Iorque, H. Spencer Lewis decidiu oferecer serviços religiosos não-sectários em uma estação de rádio em San Francisco. Incluíram um ritual de abertura com sons vocálicos, um programa musical, um discurso altamente informativo, embora curto, seguido de uma sessão de perguntas e respostas e um ritual de encerramento. Esta foi a primeira "Rádio Igreja" no oeste dos Estados Unidos e era extremamente popular.

...continuar lendo "Igreja Prístina da Rosacruz, a Igreja fundada por Harvey Spencer Lewis"

1

ban_mystica_aeterna

Coluna com traduções dos textos do blog do Sam Robinson. Esta é uma tradução do artigo “AMORC Review Traditional Score”.

Review-Logo-1024x527Introdução

Agora você está lendo uma avaliação sobre a Ordem Rosacruz AMORC.

A avaliação que você está lendo cobre a pontuação tradicional desta Ordem. Por conseguinte, esta avaliação descreve quão perto a Amorc fica em relação à tradição original e isto é estabelecido pelos documentos Rosacruzes iniciais

O comentário sobre a sua Pontuação Espiritual está chegando. Isto irá cobrir os benefícios de ser um membro desta Ordem.

A Ordem conhecida como os Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis é a maior Ordem Rosacruz no mundo. Eles afirmam ter cerca de 260.000 membros e lições em todos os principais idiomas.

Para todos os estudantes da AMORC que leem este texto eu sugiro que você leia alguns dos meus documentos, em especial o "Scoring System for the Reviews", para ajudar a compreender como esta revisão foi efetuada.

Este documento em particular detalha o padrão pelo qual as Ordens irão ser avaliadas.

Alguns estudantes da AMORC contactaram-me um pouco surpresos sobre esses padrões.

O primeiro ponto que gostaria de fazer para os leitores AMORC é perguntar: a Tradição Rosacruz que você conhece provém da AMORC em si ou você leu os documentos mais antigos do século XVII? Se você apenas leu as monografias da AMORC você pode ficar surpreso em relação à Tradição Rosacruz original. É importante que você saiba a história completa.

Pessoas da AMORC, por exemplo, escreveram perguntando o que o Cristianismo tem a ver com a Tradição Rosacruz. Se você achar que é um pouco inesperado que os Rosacruzes eram cristãos então, em seguida, certifique-se de ler todos os posts anteriores. Eles darão uma forte base histórica das nossas origens, informando-o sobre a sua tradição, e eles vão levá-lo muito além das lições de suas monografias.

Os documentos que você precisa ler são:

Avante!

...continuar lendo "Avaliação da Pontuação Tradicional da AMORC"

7

O presente artigo visa trazer traduções em forma de resumos comentados de materiais estrangeiros selecionados sobre o tema, garantindo ao mesmo tempo acesso a informações antes não disponíveis para o público de língua portuguesa, e uma análise crítica de seu conteúdo pelo autor. Nesta publicação trago um esboço sobre um assunto pouco comentado sobre determinado período histórico que envolve a fundação da AMORC. Para os leitores não familiarizados com os temas aqui abordados, recomendo as demais leituras dos amigos colunistas do blog. Esta publicação tratará de um assunto específico que envolve os primeiros períodos da AMORC, enfatizando a relevância do envolvimento entre seu fundador, Harvey Spencer Lewis, e um dos fundadores da O.T.O., Theodor Reuss, durante os primeiros anos da AMORC.

H.S. Lewis conhece Reuss

Sobre a relação de Lewis com Theodor Reuss, existem rumores que Lewis o tenha conhecido em 1909 durante sua viagem para a França e para a Inglaterra, mas não existem dados que confirmem essa posição. Em uma carta da AMORC para Peter-Robert, um escritor e ocultista suíço historiador da O.T.O., a posição oficial é que os dados concretos que existem falam por si só, e esses são de correspondências trocadas entre Reuss e Lewis. Estas não deixam a menor dúvida sobre a origem de suas relações. Lewis teria, conforme esses documentos reivindicados pela AMORC, contatado Reuss no outono de 1920 e não antes, onde então se iniciaram trocas de correspondências. Veremos a posição da AMORC na carta à Peter-Robert.

...continuar lendo "A ligação entre a AMORC, a OTO e Crowley – Parte 1"