Trecho da obra "Novela Rosa-Cruz" (1927) [i] de Mestre Huiracocha. Este trecho específico foi enviado por nosso leitor, Acauã Silva, que o traduziu e adaptou. Os leitores do blog podem solicitar que seus textos sejam publicados no Alvorecer. Para isto, basta enviar email para contato@oalvorecer.com.br com seu artigo e iremos analisá-lo para, se aprovado, posterior publicação. 

O Rosa-cruz deve ser sonhador, idealista, refinadamente um artista. O verdadeiro Rosa-cruz será pintor, músico, poeta ainda que não saiba manejar pincéis, piano ou não saiba rimar. O Rosa-Cruz deve refinar seus sentidos e sentimentos e só o consegue cultivando com afinco os estudos herméticos. Enquanto as condições fisiológicas ou psicológicas forem diferentes o nosso poder de percepção será diferente. Por isso, do ponto de vista psicológico, o músico e o pintor são especialistas.

Mas nem por isso será um mago e nem chegará ao Plus Ultra, se não domina a paixão material, enquanto não matar seu ego animal (que se opõem ao Ego Íntimo). Temos, portanto, três categorias de seres: os insensíveis, os hipersensíveis e o meio-termo. Existem ainda os impressionáveis que surgem em certas ocasiões, mas não há nenhum que não tenha sentido a excitação sexual, o desejo de possuir uma mulher. Até os eunucos, os hermafroditas têm momentos, ainda que passageiros, em que desejam uma mulher.

...continuar lendo "O Sagrado Masculino ou Não Fornicarás"

1

Tradução livre do texto "Ten Reasons Why Public Occultism is Dying", de autoria de Nick Farrell, publicado originalmente em 24 de setembro de 2015 em seu site pessoal.

Os textos do Ocultismo Popular estão na parede. Seus dias de glória estão em excesso e até mesmo aqueles que estão tentando manter as luzes acesas estão encontrando dificuldades para pagar a conta de energia. 

Eu tenho estado quieto ultimamente porque eu tenho tido algumas descobertas que me forneceram todas as respostas que eu necessitei fazer o trabalho mágico e o porquê não fiz. Isso é muito grande, mas ao contrário das outras revelações que eu tendo a compartilhar com a comunidade ocultista mais ampla, eu não tenho muito impulso para compartilhar qualquer coisa fora da minha própria ordem mágica. É o tipo de coisa que eu vou insinuar se escrever meus livros, mas eu realmente não sinto vontade de fazer isso no momento.

A razão é que, assim como muitas pessoas que seguiram o ocultismo durante o último século, eu tenho trabalhado fora dos dias de ocultismo popular de grande escala.  O "material real" pode continuar, mas vai ser ainda mais exclusivo do que tem sido. A grande experiência no ocultismo semi-público iniciado pela Golden Dawn foi um fracasso. A ideia de que se colocarmos informações lá fora a humanidade trabalhará nela e ver como ela se desenvolve é uma falácia. Acontece que a magia que é tão livremente disponível, não é a coisa real em tudo. Tudo que um livro ou uma página da web pode apresentar é um fato ou uma opinião - uma sombra na parede. Não nos faz os cantores das palavras tecidas que possuem seu próprio livro de culinária tornando-nos um grande cozinheiro chefe.

...continuar lendo "10 Razões pelas quais o Ocultismo Popular está morrendo"

1

ban_mystica_aeterna

Coluna com traduções dos textos do blog do Sam Robinson. Esta é uma tradução do artigo “There is No Such Thing as Rosicrucian Magick“, realizada por “Jeff Alves”.

Olá caros leitores,

Hoje eu gostaria de estabelecer diferenças entre Rosacruzes e iniciados de outros caminhos. Cada candidato terá, mais cedo ou mais tarde, que se deparar com caminhos mágicos da espiritualidade ocidental. Alguns leitores aqui já estudaram 'magick' e tentaram esses métodos. Magic-k com um 'k' denota a arte esotérica de magia praticada por ocultista. Esta arte geralmente implica que quem a pratica usa rituais ou meios ocultos para manifestar algum tipo de resultado que deve mudar suas vidas, seja levando a ter mais dinheiro ou sucesso... Na verdade alguns vão ter notado que, por vezes, os Rosacruzes, de fato, compartilham práticas semelhantes e rituais até mesmo semelhantes a aqueles que praticam tal caminho mágico. No entanto, temos de deixar claro aqui as diferenças porque:

...continuar lendo "Não existe “Magick Rosacruz”"

Trecho da obra "O Livro dos Illuminati" de Robert Anton Wilson. Este trecho específico foi enviado por nosso leitor, Acauã Silva. Os leitores do blog podem solicitar que seus textos sejam publicados no Alvorecer. Para isto, basta enviar email para contato@oalvorecer.com.br com seu artigo e iremos analisá-lo para, se aprovado, posterior publicação. 

“O cérebro humano opera evidentemente de acordo com alguma variação do princípio enunciado em 'A Caça ao Snark: aquilo que eu te disser três vezes é verdadeiro'”.

hermes

A ideia mais importante do “Livro da Magia Sagrada de Abramelin, o Mago” é a fórmula aparentemente simples “Invocar com freqüência”.

Na Teoria do Comportamento de Pavlov, Skinner, Wolpe, etc., a forma mais conseguida de tratamento para as chamadas doenças mentais pode muito bem resumir-se em três palavras semelhantes: “Reforçar com freqüência” (Para todos os efeitos práticos, “reforçar” significa aqui o mesmo que o termo do leigo “recompensar”). A essência da Teoria do Comportamento é recompensar o comportamento desejado; à medida que se sucedem as recompensas, o comportamento desejado começa a ocorrer com cada vez maior freqüência, “como por magia”.

Como todos sabem, a publicidade baseia-se no axioma “Repetir com freqüência”.

...continuar lendo "As Táticas da Magia"

1

11364O texto que segue é uma adaptação de textos de Veos, Prophecy, Rawn Clark e Bardonista e destina-se a quem está começando na senda. 

1. MOTIVE-SE CONSTANTEMENTE!

A fonte para a prática continuada é a sua motivação. Baixe ou compre livros sobre Magia e Ocultismo e comprometa-se a lê-los frequentemente.

Nessa fase, não é errado aspirar aos poderes que um mago possa vir a ter – na verdade, é até saudável, porque faz com que o estudante prossiga no treinamento. No início, o mago aspirante tem apenas uma noção grosseira do que é a verdadeira união com a divindade e precisa de metas mais concretas para se motivar, como, por exemplo, as habilidades mágicas como a clarividência, a clariaudiência, a sensitividade, etc.

Deve haver uma mudança na sua perspectiva. “Seja um mago que estuda e trabalha, não um cara normal que estuda, trabalha e faz um pouco de magia nas horas vagas”, como Veos diz. O praticante deve se estabelecer firmemente como um mago aspirante, que está destinado à mais elevadas alturas e poderes espirituais – um mago que não deixa o mundo ao seu redor dominá-lo, mas que o domina com uma vontade de ferro. Pode-se até recitar uma pequena frase, logo após de acordar, ou uma prece reafirmando a si mesmo a importância do treinamento e as recompensas possíveis.

...continuar lendo "Conselhos para Iniciantes no Caminho"

6

12924500_10206330083587725_965332814098888634_nDurante alguns anos havia, via facebook, um grupo de estudos fechado que reunia membros do Brasil inteiro. Embora esteja hoje inativo, um de seus projetos chegou enfim ao final.

Em 3 anos foi traduzido o "Schimmush Sepher Tehillim - Usos mágicos dos Salmos", que faz parte de um Grimório medieval chamado 6° e 7° Livros de Moisés.

O material está disponível gratuitamente em PDF e, caso haja interesse na versão impressa, ele poderá ser adquirido na Plataforma Perse com preço unicamente de custo de produção mais o frete.

Clique aqui para baixar o livro gratuitamente.

Clique aqui para adquirir a versão impressa.

Ritual divulgado e operado pela Aurora Dourada, dentre outras ordens mágickas, o ritual menor do pentagrama parece ser o auge da magia dogmática, juntamente com um irmão maior, o do hexagrama. O ritual soma conhecimentos e meditações, como a cruz cabalística, bem como a invocação dos arcanjos e a vibração de nomes divinos. Esses nomes são do Deus judaico-cristão, e assim refletem uma cultura cabalística. Mesmo entre os caóticos, na ordem IOT, se exige a prática do mesmo em fase inicial, anotando-se em diário mágicko o resultado das operações, mostrando que o ritual ainda é atual.

...continuar lendo "Das variações do Ritual Menor do Pentagrama"

3

estudo-documentos-relatc3b3rios-e-legislac3a7c3a3oAlguns sistemas de misticismo e ocultismo indicam em seus ensinamentos quantas horas de estudos devemos ter a cada semana e o número de práticas, bem como o tempo médio para executá-las, que devemos realizar diariamente, deixando a nosso cargo escolher o melhor período possível para isto. Muitos fazem esta escolha através do planejamento, mas há vários que não.

É inegável que para termos sucesso na Senda devemos ter diversos atributos e um desses é a disciplina. Porém, geralmente agimos por impulso, motivados pelo desejo de ter um sucesso imediato. Desta forma, assim que tomamos conhecimento de uma ação, agimos e adaptamos o nosso dia para que possamos realizar tal ação sem planejamento prévio, o que geralmente acaba sem a conclusão satisfatória.

Qualquer atividade humana realizada sem qualquer tipo de preparo é uma atividade aleatória que conduz, em geral, o indivíduo a destinos não esperados e situações piores que as já existentes. Portanto, deve-se considerar que o planejamento é a condição básica para o sucesso de qualquer trabalho, ficando claro que a qualidade será conseguida quando planejamos isto de maneira organizada, dentro de uma sequência pré-determinada.

...continuar lendo "Planejamento, Intuição e Estudos"

4

tumblr_lx0wzfU6qv1r9nvx5o1_500O Diário Mágico é algo simples de se fazer e um meio valioso de avaliar a nossa evolução perante a nossa jornada. Ele é basicamente um registro de experimentos, exercícios, insights, sonhos e demais experiências importantes durante a jornada iniciática. Parte das nossas memórias é produto de nossa imaginação, por isto registrar detalhadamente as nossas experiências nos priva de armadilhas de nossa própria mente. Ele é pessoal, porém, embora somente o autor tenha acesso a ele, deve-se escrevê-lo de forma a que outras pessoas também possam entendê-lo.

Aleister Crowley, em seu Líber E vel exercitiorum, dá ênfase a criação do diário mágico, onde lemos (adaptado):

1 – É absolutamente necessário que todos os experimentos sejam anotados detalhadamente, durante ou imediatamente após a sua realização.
2 – É muito importante anotar as condições físicas e mentais do(s) experimentador(es).

...continuar lendo "Como criar um Diário Mágico?"