CAVALEIROS AMERICANOS DO FOGO – C.A.F.H.

Resultado de imagem para santiago bovisio

Ordem relacionada a Santiago Bovisio, fundada em 3 de março de 1937, cujo nome vem de lojas maçônicas e tábuas redondas teosóficas. Refere-se ao grau 27 do Rito de Memphis e Misrain maçônico, denominação usada pelos filósofos herméticos, relacionado a filosofia de fogo de Hermes Trimegisto. Filósofos da chama. Bovisio também era radicado na loja maçônica alemã e militante da Antroposofia, e assim com a chegada do nazismo na Alemanha, teve de ir para a Argentina.

Resultado de imagem para santiago bovisio

A “Reunião das Almas CAFH” tem como base a ideia de renúncia. Outro personagem importante, juntamente com seu livro é Dr. Ramón Pascual Muñoz Soler, diretor da Associação da Cultura Espiritual Argentina e Organizador de Centros de Estudo de Psicología Médica, Parapsicológíca e Psicología Educacional, sua obra sendo O Camino da Egoencia. Outras obras surgem, como de  Jorge Isaac Vassenberg (Waxemberg), sucesor de Bovisio na frente da CAFH. São a “Renúncia e o Sentido da Existência” (1969), “A Ascética da Renúncia” (1970) e “Da Mística e os Estados de Conciência” (1972). Rumores que a Ordem e seus membros estariam supostamente ligados a agentes de inteligência e a popular Loja P2, bem como a planos de destruição interna. A ela estavam ligados jovens que mudavam suas crenças religiosas. Em maioria psicólogos e psiquiatras. Mas seu caminho é de luz, pela renúncia e caminho do coração.

Certas escolas estavam destoando de princípios cristãos e os formadores seriam advindos dessa “seita”. Autodenominada Cavaleiros Americanos do Fogo, de sistema aparentemente rosacruz e maçônico, mas com seu próprio cerimonial litúrgico para os ritos de iniciação, casamentos e honras fúnebres. Com Bovisio a ordem começa com poucos membros, em torno de 100, mas com o tempo cresce e chega a milhares, em vários países americanos. Mas com a morte de Bovisio a Ordem perde sua característica, entra para a exigência do Estado e acaba em 1977, ou se transforma.

Resultado de imagem para santiago bovisio

A Ordem começa, segundo eles, na Ásia Central, a 24 milênios, e se distribuiu por 7 lugares diferentes. A obra destes conta com 773 ensaios e 47 livros, distribuídos em diversos países. Mas sua origem é esotérica e é dirigida astralmente pela Mãe Velada. Assim destinada ao homem americano-aquariano, que se iniciava. Uma Ordem do Fogo. Também mostra alguma analogia cainita, em oposição em mistérios da água, de Abel. Isso lembra a obra de Max Heindel sobre Catolicismo e Maçonaria. Realacionada a obra de grandes ocultistas do renascimento, como Celador, Girolamo Savonarola, e por fim em Bovisio, que era clarividente. Assim relacionado ao iniciador solar, Maitreya.

Tinham uma filosofia contra a riqueza e nisso criticavam católicos e judeus. Mas passou por uma crise. Isso se mostra na Assembleia do Plenilunio de Maio de 1977, em San Paulo, Brasil, quando todos os Superiores reunidos não puderam se por antes um simples pedido de perdão. Mas a riqueza os atraiu, tendo casas, campos, depósitos bancários etc. Restou apenas os ensinamentos do mestre Santiago. Atualmente mais em ajuda social. No Brasil a Ordem tem palestras, eventos e estudos, e pode ser encontrada em:

em Belo Horizonte

em Goiania

em Juiz de Fora

em Recife

em Salvador

em São José dos Campos

em São Paulo

Por fim, os filhos da Cafh hão de santificar seu dia.

6

12924500_10206330083587725_965332814098888634_nDurante alguns anos havia, via facebook, um grupo de estudos fechado que reunia membros do Brasil inteiro. Embora esteja hoje inativo, um de seus projetos chegou enfim ao final.

Em 3 anos foi traduzido o "Schimmush Sepher Tehillim - Usos mágicos dos Salmos", que faz parte de um Grimório medieval chamado 6° e 7° Livros de Moisés.

O material está disponível gratuitamente em PDF e, caso haja interesse na versão impressa, ele poderá ser adquirido na Plataforma Perse com preço unicamente de custo de produção mais o frete.

Clique aqui para baixar o livro gratuitamente.

Clique aqui para adquirir a versão impressa.