Pular para o conteúdo

1

maxresdefaultNāḍīśodhana significa purificação dos nadis, os canais da energia vital (nadi = canal de energia sutil; shodan = limpeza, purificação; pranayama = técnica de respiração). Este exercício é importantíssimo no Yoga, pois promove o bhūtaśuddhi, a purificação dos elementos do corpo sutil, requisito preliminar e indispensável para as práticas mais avançadas.

É uma técnica silenciosa e agradável. É importante fazê-lo sem forçar absolutamente nada, sem fazer ruídos, sem ressoar, sem perder o fôlego, sem cansar-se, sem mudar de posição, sem mover-se, sem coçar, sem oscilar, firme como uma rocha. Mantenha o fluxo gentil e naturalmente. Não respire pela boca e não faça qualquer som enquanto respira.

A prática deve ser feita preferencialmente pela manhã, antes das nove horas e, melhor ainda, entre as quatro e as seis. Também há quem recomende fazê-la em qualquer horário, de estômago vazio, duas a três vezes ao dia.

...continuar lendo "Respiração das Narinas Alternadas (Nadi Shodhan Pranayama)"

3

estudo-documentos-relatc3b3rios-e-legislac3a7c3a3oAlguns sistemas de misticismo e ocultismo indicam em seus ensinamentos quantas horas de estudos devemos ter a cada semana e o número de práticas, bem como o tempo médio para executá-las, que devemos realizar diariamente, deixando a nosso cargo escolher o melhor período possível para isto. Muitos fazem esta escolha através do planejamento, mas há vários que não.

É inegável que para termos sucesso na Senda devemos ter diversos atributos e um desses é a disciplina. Porém, geralmente agimos por impulso, motivados pelo desejo de ter um sucesso imediato. Desta forma, assim que tomamos conhecimento de uma ação, agimos e adaptamos o nosso dia para que possamos realizar tal ação sem planejamento prévio, o que geralmente acaba sem a conclusão satisfatória.

Qualquer atividade humana realizada sem qualquer tipo de preparo é uma atividade aleatória que conduz, em geral, o indivíduo a destinos não esperados e situações piores que as já existentes. Portanto, deve-se considerar que o planejamento é a condição básica para o sucesso de qualquer trabalho, ficando claro que a qualidade será conseguida quando planejamos isto de maneira organizada, dentro de uma sequência pré-determinada.

...continuar lendo "Planejamento, Intuição e Estudos"

4

tumblr_lx0wzfU6qv1r9nvx5o1_500O Diário Mágico é algo simples de se fazer e um meio valioso de avaliar a nossa evolução perante a nossa jornada. Ele é basicamente um registro de experimentos, exercícios, insights, sonhos e demais experiências importantes durante a jornada iniciática. Parte das nossas memórias é produto de nossa imaginação, por isto registrar detalhadamente as nossas experiências nos priva de armadilhas de nossa própria mente. Ele é pessoal, porém, embora somente o autor tenha acesso a ele, deve-se escrevê-lo de forma a que outras pessoas também possam entendê-lo.

Aleister Crowley, em seu Líber E vel exercitiorum, dá ênfase a criação do diário mágico, onde lemos (adaptado):

1 – É absolutamente necessário que todos os experimentos sejam anotados detalhadamente, durante ou imediatamente após a sua realização.
2 – É muito importante anotar as condições físicas e mentais do(s) experimentador(es).

...continuar lendo "Como criar um Diário Mágico?"

3

Respiração-1-222x300

Que tal aprender novamente a respirar? Com a técnica abaixo podemos reeducar a nossa respiração e até mesmo ajudar em casos de transtornos de ansiedade e de sono. Confira logo abaixo!

Há um músculo que separa o tórax do abdômen chamado diafragma. Ele funciona como uma membrana fazendo com que o abdômen se expanda e se comprima conforme a respiração ocorre. Na inspiração ele desce, expandindo o abdômen e elevando consigo a base do pulmão, o que aumenta seu volume interno e a sucção do ar. Na expiração ocorre o oposto, onde o diafragma vai para cima, comprime os pulmões e expulsa o ar.

Com o nosso ritmo atual de vida, este mecanismo vai se perdendo, não sendo feito como se deveria e tornando-a mais breve e rápida. Se observarmos a respiração de um bebê em repouso, observamos a barriguinha subir e descer. Com o tempo, passamos a respirar expandindo mais os pulmões que a região diafragmática. A repercussão disto é uma menor oxigenação do organismo, uma vez que respirar de maneira rápida causa mudanças fisiológicas como, por exemplo, a aceleração dos batimentos cardíacos.

Em momentos de tensão e ansiedade, quando mais necessitamos que a respiração funcione muito bem, acabamos respirando muito rápido (hiperventilação) ou "trancamos" a respiração por tempo muito longo. Nestes casos, ocorre uma reação chamada luta-fuga, dada a pouca oxigenação, elevando ainda mais a ansiedade para que ou possamos lutar contra o que está nos ameaçando ou correr rápido e sair de perto do agente estressor, como se ele fosse um bicho perigoso ou ladrão. Essa reação consiste na interpretação do cérebro (mais especificamente do sistema nervoso simpático) de qualquer situação estressante como sendo um perigo de vida, fazendo com que libere adrenalina e noradrenalina, mesmo que seja somente uma reunião no trabalho. Com isso, a pessoa experimenta alguns sintomas físicos, tais como palpitações, sensação de falta de ar, tremores, sudorese, boca seca, tensão muscular e tonturas. Pode haver também sintomas cognitivos, como medo de morrer, de enlouquecer, ter um ataque cardíaco ou perder o controle. Quanto mais forte a ativação dos sintomas, maior a ansiedade ou até mesmo o pavor – e este sentimento, por sua vez, mantém ativado o sistema simpático, de forma que o organismo demora mais tempo para restaurar o estado de relaxamento.

...continuar lendo "Respiração Diafragmática"

7

inovac3a7c3a3o-sistemc3a1tica-2_fotorUma das coisas que me levaram a escrever este artigo foi uma amiga me contar uma situação que me fez ficar impressionado. Um dos membros de uma família estava muito doente e os médicos já haviam dito que ele não escaparia. Eram muito religiosos e não abandonaram a fé, mas a família era dividida entre católicos e evangélicos. Fizeram uma aposta – a religião que conseguisse curar a senhora doente seria a única religião da família. O padre verificou os exames, fez as suas práticas e não obteve resultado, desistindo dela por dizer que não se tratava de uma doença espiritual. Os crentes perseveraram e conseguiram o que era até então impossível – a senhora foi curada e isto foi confirmado pelos médicos. A parte católica virou evangélica e hoje os crentes desta cidade utilizam isto como argumento para os católicos tornarem-se evangélicos. Não preciso nem comentar sobre o que acho dessa situação…

Será que existe relação entre o Deus milagroso dos evangélicos, o pensamento positivo dos livros de auto-ajuda e a visualização? É o que veremos a seguir…

...continuar lendo "Os Pastores, o Segredo e a Visualização"