CAVALEIROS AMERICANOS DO FOGO – C.A.F.H.

Resultado de imagem para santiago bovisio

Ordem relacionada a Santiago Bovisio, fundada em 3 de março de 1937, cujo nome vem de lojas maçônicas e tábuas redondas teosóficas. Refere-se ao grau 27 do Rito de Memphis e Misrain maçônico, denominação usada pelos filósofos herméticos, relacionado a filosofia de fogo de Hermes Trimegisto. Filósofos da chama. Bovisio também era radicado na loja maçônica alemã e militante da Antroposofia, e assim com a chegada do nazismo na Alemanha, teve de ir para a Argentina.

Resultado de imagem para santiago bovisio

A “Reunião das Almas CAFH” tem como base a ideia de renúncia. Outro personagem importante, juntamente com seu livro é Dr. Ramón Pascual Muñoz Soler, diretor da Associação da Cultura Espiritual Argentina e Organizador de Centros de Estudo de Psicología Médica, Parapsicológíca e Psicología Educacional, sua obra sendo O Camino da Egoencia. Outras obras surgem, como de  Jorge Isaac Vassenberg (Waxemberg), sucesor de Bovisio na frente da CAFH. São a “Renúncia e o Sentido da Existência” (1969), “A Ascética da Renúncia” (1970) e “Da Mística e os Estados de Conciência” (1972). Rumores que a Ordem e seus membros estariam supostamente ligados a agentes de inteligência e a popular Loja P2, bem como a planos de destruição interna. A ela estavam ligados jovens que mudavam suas crenças religiosas. Em maioria psicólogos e psiquiatras. Mas seu caminho é de luz, pela renúncia e caminho do coração.

Certas escolas estavam destoando de princípios cristãos e os formadores seriam advindos dessa “seita”. Autodenominada Cavaleiros Americanos do Fogo, de sistema aparentemente rosacruz e maçônico, mas com seu próprio cerimonial litúrgico para os ritos de iniciação, casamentos e honras fúnebres. Com Bovisio a ordem começa com poucos membros, em torno de 100, mas com o tempo cresce e chega a milhares, em vários países americanos. Mas com a morte de Bovisio a Ordem perde sua característica, entra para a exigência do Estado e acaba em 1977, ou se transforma.

Resultado de imagem para santiago bovisio

A Ordem começa, segundo eles, na Ásia Central, a 24 milênios, e se distribuiu por 7 lugares diferentes. A obra destes conta com 773 ensaios e 47 livros, distribuídos em diversos países. Mas sua origem é esotérica e é dirigida astralmente pela Mãe Velada. Assim destinada ao homem americano-aquariano, que se iniciava. Uma Ordem do Fogo. Também mostra alguma analogia cainita, em oposição em mistérios da água, de Abel. Isso lembra a obra de Max Heindel sobre Catolicismo e Maçonaria. Realacionada a obra de grandes ocultistas do renascimento, como Celador, Girolamo Savonarola, e por fim em Bovisio, que era clarividente. Assim relacionado ao iniciador solar, Maitreya.

Tinham uma filosofia contra a riqueza e nisso criticavam católicos e judeus. Mas passou por uma crise. Isso se mostra na Assembleia do Plenilunio de Maio de 1977, em San Paulo, Brasil, quando todos os Superiores reunidos não puderam se por antes um simples pedido de perdão. Mas a riqueza os atraiu, tendo casas, campos, depósitos bancários etc. Restou apenas os ensinamentos do mestre Santiago. Atualmente mais em ajuda social. No Brasil a Ordem tem palestras, eventos e estudos, e pode ser encontrada em:

em Belo Horizonte

em Goiania

em Juiz de Fora

em Recife

em Salvador

em São José dos Campos

em São Paulo

Por fim, os filhos da Cafh hão de santificar seu dia.

2

230px-septem-artes-liberales_herrad-von-landsberg_hortus-deliciarum_1180Em busca de seu próprio desenvolvimento, o ser humano baseia-se nas ciências e artes de sua época, em busca de aprimorar o seu conhecimento e realizar novas descobertas. Para nortear estes estudos, na Idade Médica, contávamos com uma base curricular baseada nas sete ciências e artes liberais, as quais denominamos (e as dividindo em grupos de três e quatro) trivium e quadrivium. Mediante o seu domínio, o homem é capaz de produzir obras e ideias com o poder de elevar o espírito humano para além dos interesses puramente materiais.

A Educação Liberal ou Artes Liberais é um conjunto de estudos e disciplinas que provê conhecimentos, métodos e habilidades intelectuais gerais para seus estudantes, ao invés de focar em especializações ocupacionais. Embora a expressão e conceito tenha se originado na Antiguidade, foi nas universidades da Idade Média que ela adquiriu seu alcance e significado de Studim Generale (título dado pela Igreja Católica ou por Reis e Imperadores que indicava que o instituto era de excelência internacional), bem como o número de disciplinas que a compõe. Na Idade Moderna, eram consideradas próprias para a formação de um homem livre e desligadas da preocupação profissional, contrapondo-se às artes mecânicas (estritamente técnicas, materiais e profissionais).

...continuar lendo "O Trivium e o Quadrivium"

Medicina-e-EspiritualidadeO conjunto de sistemas, práticas e produtos médicos e de atenção à saúde que não se considera atualmente parte da medicina convencional é chamado de Medicina Complementar e Alternativa (MCA). Vários destes métodos estão ligados à espiritualidade, como a oração, meditação e os passes. Eles têm atraído a atenção da comunidade médica, da mídia, dos órgão governamentais e do público em geral.

Diante deste contexto, há uma revolução na medicina que está mudando a forma de tratar o paciente. Está se começando a incluir na Saúde a prática de estimular nos pacientes a espiritualidade e o fortalecimento da esperança e do otimismo, a fim de despertar condições emocionais positivas, recursos eficazes no combate à doença. Além disso, o curso de Medicina e Espiritualidade está surgindo nas universidades brasileiras e pelo mundo. Um dos nomes no Brasil responsável por esta integração, conferindo uma visão holística ao tema da medicina, da cura e da espiritualidade, é o Dr. Sérgio Felipe de Oliveira.

Em 1993, tínhamos 5 escolas médicas dos EUA com a disciplina de religião e espiritualidade em medicina. Em 2000, este número subiu 13 vezes, indo para 65. Em 2004, atingiu-se a importância de 84 escolas médicas. No Brasil, a Universidade Santa Cecília (Santos-SP) deu o pontapé inicial colocando um curso de extensão universitária sobre Saúde e Espiritualidade, em 2002. A primeira Faculdade de Medicina a incluir este tema curricularmente foi a Universidade Federal do Ceará 2 anos mais tarde. No ano seguinte, a Faculdade do Triângulo Mineiro iniciou a disciplina optativa sobre Saúde e Espiritualidade, junto com a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Em 2006, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte iniciou a disciplina optativa de Medicina, Saúde e Espiritualidade. Nos últimos anos, vemos surgí-la na forma de cursos, grupos acadêmicos e/0u seminários na Universidade de São Paulo e na Universidade Federal de São Paulo. Existe também curso de pós-graduação, no caso da USP.

...continuar lendo "Medicina, Saúde e Espiritualidade"